26 C
Loanda
Sexta-feira, Junho 7, 2024
Mais
    InícioNotíciasEconomiaO SECTOR DOS TRANSPORTES  VALORIZA  PARCERIA BRASILEIRA EM ANGOLA

    O SECTOR DOS TRANSPORTES  VALORIZA  PARCERIA BRASILEIRA EM ANGOLA

    Date:

    Artigos relacionados

    VISITA DO PR FAZ MANCHETE EM GABORONE

    PR João Lourenço realiza uma visita de Estado ao...

    TÉTE ANTÓNIO PARTICIPA DA PASSAGEM GRADUAL DA PRESIDÊNCIA ROTATIVA DA CPLP

    O chefe da diplomacia angolana, Téte António, está na...

    LUNDA NORTE PODE ATINGIR MAIS DE UM MILHÃO DE HABITANTES EM 2024

    A população da província da Lunda Norte poderá atingir...

    MED REAFFIRMS COMMITMENT TO TRANSFORM THE EDUCATION SYSTEM The Minister...

    CPLP APONTA REFORÇO DA COOPERAÇÃO NO COMBATE À CIBERSEGURANÇA

     Os ministros das Comunicações da Comunidade dos Países de...
    spot_imgspot_img

     O ministro dos Transportes, Ricardo D’Abreu, enalteceu a cooperação com o Brasil, por abranger os segmentos da aviação, portos e actividade marítima.

    O governante angolano, citado por uma nota do Ministério dos Transportes, sublinha o facto da cooperação entre os dois países ser relevante, de longa data  e de extrema utilidade para Angola. 

    Ricardo D’Abreu expessou esse ponto de vista no final de um encontro com 
    uma delegação brasileira, chefiada por Juliano Norman, secretário nacional da Aviação Civil, do Ministério dos Portos e dos Aeroportos do Brasil. 

    Trata-se de “uma cooperação que extravasa o domínio da aviação civil e se estende à actividade portuária, transportes terrestres, e actividade
    marítima”, afirmou. 

    Actualmente, a Agência Marítima Nacional tem em curso um programa de assessoria com a brasileira
    EMGEPRON, com vista a eliminar as inconformidades relativas à Organização Marítima Internacional (OMI). 

    No segmento da aviação, o Brasil tem sido de vital importância para a operação comercial da TAAG, transportadora áerea nacional, em concreto para o serviço de carga com destino à Ásia. 

    “Angola e o Brasil enfrentam desafios e problemas semelhantes no domínio da aviação civil”, disse o secretário nacional da Aviação Civil, do Ministério dos Portos e dos Aeroportos do Brasil, Juliano Norman. 

    O governante brasileiro adiantou que ambos países podem aprender reciprocamente se acentuarem o trabalho conjunto e a troca
    de experiências.

    Subscreva

    - Never miss a story with notifications

    - Gain full access to our premium content

    - Browse free from up to 5 devices at once

    Mais recentes

    spot_img

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Por favor digite seu comentário!
    Por favor, digite seu nome aqui